Notícias

10/03/2008 00:00Atletas buscam medalha inédita em Pequim

NewsPress / Clipping   /   GLOBO.COM   , segunda , 10 de março de 2008
globo.com

08/03/2008 - 07h20m - Atualizado em 08/03/2008 - 08h24m

 

 

O pioneirismo como objetivo nas Olimpíadas No Dia Internacional da Mulher, selecionamos as atletas que podem se tornar a primeira brasileira a conquistar uma medalha de
ouro individual na história dos Jogos

Atletas buscam medalha inédita em Pequim

Candidatas à primeira conquista individual do país em Jogos não escondem ansiedade
Simone Evangelista Simone Evangelista Do GLOBOESPORTE.COM, no Rio de Janeiro
 

Para algumas esportistas, os Jogos de Pequim terão um sabor especial: representantes de peso em suas modalidades, elas sonham trazer a primeira medalha olímpica individual feminina para o Brasil. Com o desenvolvimento do esporte nacional em várias categorias, é grande a expectativa em torno do desempenho de atletas como Jade Barbosa, Daiane dos Santos e Daniele Hypolito (ginástica), Fabiana Murer (salto com vara), Poliana Okimoto (maratona aquática), Maurren Maggi e Keila Costa (atletismo), Yane Marques (pentatlo) e Natália Falavigna (taekwondo).

Montagem
Montagem
As promessas do Brasil em Pequim: Daiane dos Santos, Jade Barbosa, Poliana Okimoto, Maurren Maggi e Yane Marques

O melhor resultado de uma atleta brasileira foi nas Olimpíadas de Tóquio, em 1964, quando Aída dos Santos ficou em quarto lugar no salto em altura. Em 2008, a maior esperança está na ginástica, que tem três representantes com chances de conseguir a medalha inédita: Jade Barbosa, Daiane dos Santos e Daniele Hypolito. Uma das favoritas no solo, a ginasta gaúcha admite que é difícil segurar a ansiedade até Pequim.

- Isso tem um lado positivo e um lado negativo. Sei que tenho chances reais de ser uma medalhista. Você tem aprender a lidar com os dois lados e segurar a ansiedade. É difícil, mas sei que estou no caminho certo - afirma Daiane, por telefone, de Curitiba.

Expectativa também é a palavra-chave para Poliana Okimoto, da maratona aquática. A atleta ainda não está classificada para os Jogos (a seletiva será realizada em maio), mas não consegue evitar o sonho do pódio olímpico, que já faz parte de sua rotina.

- Eu acordo pensando nisso, treino pensando nisso o dia todo. É um objetivo que coloquei na minha cabeça, sei que tenho condições de lutar por uma medalha. Estou treinando muito, acredito que minha dedicação vai ser recompensada - diz Poliana, terceira colocada no ranking mundial da Federação Internacional de Natação (Fina) de 2003.  

Perfil das candidatas à primeira medalha olímpica individual feminina brasileira

Agência                Jade Barbosa
.
Medalha de ouro nos saltos e bronze no solo no Pan do Rio
. Melhor atleta brasileira de 2007
. Concorreu ao prêmio de melhor ginasta do mundo de 2007
. Primeira brasileira a levar uma medalha no Mundial de Ginástica
             Daiane dos Santos
.
Bicampeã mundial no solo
. Primeira brasileira campeã mundial de ginástica (2003 e 2006)
. Primeira a executar o duplo twist carpado, salto de grande dificuldade
. Tem dois movimentos homologados com seu sobrenome, Dos Santos
Agência
Agência             Daniele Hypolito
. Melhor colocação da ginástica brasileira nas Olimpíadas: em 2004, ficou em 12º no individual geral
. Primeira brasileira a subir no pódio de uma etapa da Copa do Mundo: em 2002, foi prata em Ghent, na Bélgica
               Yane Marques
. Medalha de ouro no Pan . É considerada um fenômeno do pentatlo: a previsão para se formar um atleta de elite é de dez anos. Com apenas quatro anos de prática, Yane é tida como uma das grandes promessas do esporte
Agência
Satiro Sodré

             Poliana Okimoto
.
Terceira colocada no ranking de maratona aquática da Federação Internacional de Natação (Fina) . Medalha de prata no Pan do Rio . Vice-campeã mundial na maratona de 5km realizada na Itália, em 2006

               Maurren Maggi . Recordista sul-americana no salto em distância (indoor e ao ar livre)
. Duas vezes campeã pan-americana no salto em distância (Winnipeg/99 e Rio de Janeiro/07)

Wander Roberto
a

                    Keila Costa

. Recordista sul-americana no salto triplo . Duas vezes medalha de prata no Pan-Americano do Rio de Janeiro . Aos 24 anos, é tida como uma das grandes promessas do esporte
               Fabiana Murer
. Medalha de ouro no salto com vara no Pan-Americano do Rio de Janeiro
. Orientada por Vitaly Petrov, técnico de Isinbayeva, ela é vista como uma atleta de grande potencial

Divulgação
Divulgação                Natália Falavigna 
.Campeã mundial júnior em 2000 Primeira brasileira campeã mundial de taekwondo (2005)
. Medalha de prata no Pan-Americano do Rio de Janeiro
. Quarta colocada nas Olimpíadas de Atenas, em 2004

« Voltar