Notícias

18/10/2019 17:22Pentatlo terá novo formato nos Jogos da Juventude


Disputa que reúne quatro das cinco provas da modalidade passará a ter um evento combinado com a natação, a corrida e o tiro a laser, a partir de Dacar 2022

A partir da próxima edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, em Dacar, no Senegal, 2022, o Pentatlo Moderno terá um novo formato de disputa. Um novo evento combinado fará parte do programa da modalidade na competição, que reúne a esgrima, natação e o laser-run (corrida e tiro a laser), no modelo de Tetratlo Moderno. Como os Jogos são para atletas sub-19, o hipismo tradicionalmente não faz parte do cronograma do Pentatlo Moderno no torneio.

Se até então, o Pentatlo Moderno nos Jogos Olímpicos da Juventude reunia separadamente a esgrima, a natação e o laser-run, agora contará com a esgrima e uma prova combinada reunindo a natação, a corrida e o tiro a laser. O modelo já foi testado em algumas competições do último ano, dentre elas Buenos Aires 2018.

“Um grupo de trabalho especial começará agora a finalizar as regras deste formato para aprovação pelo Congresso em 2020”, destaca o presidente da União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM), o alemão Klaus Schormann.

O novo modelo do Pentatlo Moderno nos Jogos Olímpicos de Juventude foi aprovado por unanimidade em reunião do conselho executivo da UIPM durante o Mundial desse ano, realizado no início do mês passado, na Hungria. Os nomes dos membros do grupo de trabalho para discutir as regras do formato foram definidos nesta semana.

Chamado de Novo Grupo de Trabalho de Tetratlo, o NTWG (na sigla em inglês) tem 12 membros, dentre eles o brasileiro Alexandre França, que foi técnico da medalhista olímpica de bronze em Londres 2012, Yane Marques, e atualmente é diretor de operações da UIPM, dentre representantes das federações de Pentatlo Moderno da Guatemala e do Japão.

De olho também em Paris 2024

Os membros do NTWG vão se reunir nos dias 24 e 25 de janeiro, em Frankfurt, na Alemanha, para desenvolver as propostas que serão apresentadas ao Conselho Executivo da UIPM nos dias 30 e 31, na sede do COI, em Lausanne, na Suíça. As novas regras terão que passar por votação durante o Congresso bianual da entidade, em novembro de 2020, em Xiamen, na China.

“A discussão incluirá um formato mais compacto, com menor duração, concorrência contínua e com uma infraestrutura reduzida”, o presidente da UIPM reforça, anunciando a realização de testes do novo formato de fevereiro a julho do ano que vem.

Além de promover mudanças na disputa do Pentatlo Moderno nos Jogos Olímpicos da Juventude, a UIPM também criou um grupo de trabalho para avaliar alterações na modalidade a partir dos Jogos Olímpicos Paris 2024. Para isso, um outro grupo de trabalho com 17 membros fará as discussões para propor modernizações na disputa da modalidade nas Olimpíadas.

“Parabenizo a todos que foram nomeados para esses dois grupos de trabalho. Vocês recebem uma grande responsabilidade e estou ansioso para trabalhar com todos neste projeto emocionante. O futuro do Pentatlo Moderno e do Tetratlo está nas mãos de vocês”, comemora Schormann.

 

« Voltar