Notícias

01/07/2019 21:43Brasileiros participam da Final da Copa no Japão


Felipe Nascimento e Priscila Oliveira foram convocados pela federação internacional da modalidade olímpica para a competição que serviu de evento teste para Tóquio 2020

O Pentatlo Moderno realizou, de sexta a domingo, 28 a 30 de junho, o seu evento teste para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Foi a primeira modalidade olímpica a ter um evento oficial das Olimpíadas do ano que vem. O torneio que serviu de teste do esporte para os Jogos foi a Final da Copa do Mundo, que teve a participação dos brasileiros Felipe Nascimento, 25, e Priscila Oliveira, 30.

Felipe e Priscila foram convocados pela União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM) para o revezamento misto do torneio. Eles foram chamados após um bom desempenho na quarta etapa da Copa do Mundo, no fim de maio, na República Tcheca. Graças ao apoio do Comitê Olímpico do Brasil (COB), os dois conseguiram viajar a Tóquio.

Apesar de o revezamento misto, tradicional na modalidade, não contar no programa olímpico, ele faz parte das principais competições do Pentatlo Moderno.

Na capital japonesa, Felipe e Priscila foram uma das 18 duplas do revezamento misto. Os brasileiros ficaram em 14º depois de somarem 1.303 pontos. Os campeões da prova foram os franceses Elodie Clouvel e Valentin Prades, que conquistaram 1.479 pontos.

Nos Jogos Rio 2016, Clouvel foi a medalhista de prata. Na disputa individual agora em Tóquio ela também foi vice-campeã. Já Prades foi o quarto no evento individual entre os homens no Japão. O francês é o atual vice-campeão Mundial e foi campeão da Final da Copa de 2017.

A prata do revezamento foi para os irlandeses Natalya Coyle e Arthur Lanigan-O Keeffe, que somaram 1.477 pontos. Já o bronze ficou com os lituanos Gintare Venckauskaite e Justinas Kinderis (1.476 pontos).

A QUASE UM ANO DOS JOGOS

Apesar de ser o evento teste oficial do Pentatlo Moderno em Tóquio 2020, a Final da Copa do Mundo não foi disputada em todas as instalações que serão usadas nos Jogos. As provas da modalidade do ano que vem acontecerão no Musashino Forest Sports Plaza, que vai sediar a esgrima tradicional, e no Estádio de Tóquio, que reunirá as cinco provas das finais em um só lugar (natação, esgrima bônus, hipismo e laser-run).

Será a primeira vez que a modalidade terá um “estádio de Pentatlo Moderno” nas Olimpíadas. Além do Pentatlo Moderno, o Estádio de Tóquio também vai sediar o rugby e partidas de futebol.

Na Final da Copa do Mundo, apenas o Musashino foi testado, sediando a natação e a esgrima tradicional. Já a esgrima bônus, o hipismo e o laser-run aconteceram na AGF Fiel, que faz parte do complexo esportivo que também tem o Musashino.

No torneio, Felipe e Priscila começaram com o 14º melhor desempenho na luta com a espada da esgrima, quando conquistaram 184 pontos. Na natação, eles nadaram os 200 metros estilo livre no nono melhor tempo, 2min00s98, que lhes garantiram 309 pontos. No hipismo, eles fizeram a 14ª melhor apresentação de saltos com o cavalo, garantindo 239 pontos.

Já no laser-run, os brasileiros terminaram as quatro séries de cinco acertos de tiro a laser intercaladas com 800 metros de corrida em 12min09s. Foi o 16º desempenho da prova, que lhes asseguraram 571 pontos.

“Estou muito feliz por essa oportunidade de fazer o revezamento misto na Final da Copa do Mundo em Tóquio. Nosso desempenho não foi tão bom quanto o anterior, mas está valendo, servindo como experiência. Obrigada Felipe! Juntos somos mais fortes”, Priscila agradeceu.

VAGAS PARA TÓQUIO 2020

Além das desejadas medalhas de ouro, prata e bronze, a Final da Copa no Japão também distribuiu duas vagas para os Jogos do ano que vem. Os campeões individuais carimbaram seus passaportes para Tóquio 2020.

No feminino, quem se deu bem foi a campeã de Londres 2012, a lituana Laura Asadauskaite, que além do ouro na Final da Copa do Mundo deste ano, coleciona vários outros importantes títulos na modalidade. Ela chegou ao lugar mais alto do pódio com 1.394 pontos, seguido da francesa Elodie Clouvel, com 1.383 pontos, e da alemã Annika Schleu (1.366).

“Estou muito feliz porque conquistei a classificação para os Jogos Olímpicos. Eu gosto muito dessa cidade. Agora acho que estou pronta para os Jogos”, Asadauskaite comemorou.

Já no masculino, o passaporte carimbado foi o do inglês Joseph Choong, que aos 24 anos é um dos grandes destaques atuais da modalidade. Ele chegou ao lugar mais alto do pódio no Japão com 1.457 pontos, seguido do alemão Faly Marvin Dogue, que teve 1.456 pontos, e do chinês Shuhuan Li (1.446).

“É tão bom ter conquistado a vaga olímpica. Gostaria de agradecer aos meus pais pelo apoio ao longo dos anos. Eles têm sido fantásticos”, disse Choong.

Asadauskaite e Choong vão se juntar aos egípcios Haydy Morsy e Sherif Nazeir dentre os classificados para Tóquio 2020. Haydy e Sherif garantiram suas vagas no Campeonato Africano, realizado em fevereiro, no Cairo, que serviu de qualificação do continente para os Jogos.

“Obrigado a Tóquio por permitir incluir o revezamento para que pudéssemos ter uma competição completa. Parabenizo a todos os atletas pelas apresentações e desejo sorte a eles nos próximos eventos de qualificação olímpica”, destacou o presidente da UIPM, o alemão Klaus Schormann.

LIMA 2019

A próxima competição de Felipe e Priscila serão os Jogos Pan-Americanos Lima 2019, que começam no fim do mês no Peru. As provas do Pentatlo Moderno no torneio serão realizadas de 27 a 30 de julho, um dia depois da abertura dos Jogos. Lá, eles terão a companhia dos pentatletas brasileiros Danilo Fagundes, 31, Ieda Guimarães, 18, e Isabela Abreu, 24.

Lima 2019 vai distribuir ao todo 10 vagas para Tóquio 2020, sendo duas para os campeões, quatro para os melhores colocados dentre os países da América Central e outras quatro para os sul-americanos. No entanto, apenas um atleta por país pode classificar em cada evento do torneio.

“Estou muito feliz de ter competido nessa Final de Copa do Mundo. Experiência incrível, lugar incrível... já deu para sentir o gostinho dos Jogos Olímpicos. Quem sabe ano que vem não estamos por aqui novamente”, resumiu Felipe, que completa 26 anos nesta quarta, 3.

Tanto Felipe quanto Priscila recebem o benefício da Bolsa Atleta, do Ministério da Cidadania. Eles também integram o programa Time PE, do Governo do Estado de Pernambuco. Felipe também é Terceiro Sargento da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA).

 

« Voltar