Notícias

07/10/2018 20:05Pentatlo em Buenos Aires 2018 começa dia 12


Modalidade reúne 48 competidores de 30 países em três eventos, que vão até terça, 16

Seis dias depois de iniciados, os Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018 vão dar a largada, nesta sexta-feira, 12, nas disputas do Pentatlo Moderno. Até terça, 16, 48 pentatletas de 30 países vão competir em três eventos: individuais feminino e masculino e revezamento misto. A prova que dará início à modalidade na competição será a esgrima tradicional, para todos os competidores. O Brasil estará presente representado por Ieda Guimarães, de 18 anos.

A brasileira e os demais pentatletas vão encarar as disputas da modalidade na capital argentina em três arenas, todas localizadas no Centro Olímpico da Juventude, o coração dos Jogos: Pavilhão África, onde vai acontecer a esgrima; Centro Aquático, com a natação; e Pentatlo & Cross Country com o laser-run (tiro a laser e corrida). Como se trata de um torneio para atletas de até 18 anos, os eventos não terão o hipismo, que integra as cinco provas do Pentatlo Moderno.

Uma semana antes de embarcar para a Argentina, Ieda passou por uma preparação com toda a delegação dos 79 atletas do Time Brasil. Entre palestras e eventos de motivação, a carioca utilizou as instalações do Centro de Treinamento do Comitê Olímpico do Brasil (COB), no Parque Aquático Maria Lenk, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, para treinamentos.

“A semana de preparação antes da viagem foi bem produtiva. Conhecemos as instalações do COB, o laboratório olímpico, que não conhecíamos. É um espaço muito bom”, destaca Fábio Corrêa, coordenador-técnico da Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) no Rio e que acompanha Ieda na Argentina. “Nesses dias, a gente também conseguiu ter um contato mais próximo para gente trabalhar, já que comando um grupo grande”, ele completa, sobre o CT da CBPM em Deodoro, também na Zona Oeste do Rio.

Depois da preparação no Maria Lenk, Ieda partiu com toda a delegação brasileira rumo aos Jogos de Buenos Aires, no início de outubro. Na capital argentina, com alguns dias para continuar treinando, a pentatleta manteve uma rotina intensa. Lá, ela encerrou sua preparação no Cenard, um dos CTs da Federação Argentina de Pentatlo Moderno.

“A rotina de treinos começava de manhã e se estendeu pela tarde. Foi sendo cansativo porque o Cenard fica a uma hora e meia de viagem. Então, só de ida e volta a gente gastava três horas, se não houvesse trânsito. Mas a logística do lugar é muito boa”, conta Fábio.

Temporada intensa

Ieda garantiu a vaga para Buenos Aires sendo a melhor pentatleta sul-americana no último Campeonato Pan-Americano de Pentatlo Moderno, realizado em setembro do ano passado, no México. Desde então, a brasileira tem participado de vários torneios nacionais e internacionais como parte da preparação para os Jogos.

Foram quatro países e três continentes, dente os mundiais Júnior e Jovem, em agosto e abril deste ano, na República Tcheca e em Portugal, respectivamente; e os Jogos Sul-Americanos Cochabamba 2018, em junho, na Bolívia, onde Lea conquistou a medalha de bronze na disputa individual e o ouro no revezamento misto, ao lado do colega de treinamento Victor Aguiar. Isso sem contar um camp training de uma semana, em junho, na Espanha.

“A Ieda está bem tranquila, bem focada, até porque esses últimos dias foram dedicados apenas ao refinamento técnico. O que a gente tinha que fazer já foi feito. Além do polimento, fizemos com que ela descanse”, o coordenador-técnico da CBPM enfatiza.

Ieda vai competir nesta sexta com outras 23 pentatletas de 22 países. As competidoras, assim como os homens, vão encarar a esgrima tradicional, com todas competindo entre si, para se formar um ranking. Amanhã, na esgrima bônus durante a final feminina, a última colocada compete com a penúltima e a vencedora do duelo com a antepenúltima até chegar à primeira. Cada vitória dá um ponto a mais na pontuação geral da luta com a espada.

“A esgrima é o forte da Ieda. Fora isso, a gente espera que ela estabeleça suas melhores marcas. Como o laser-run será cross country, a prova vai ser bem pesada e de repente ela não consiga um tempo excepcional, mas será assim para todos”, projeta Fábio. “A Ieda veio muito bem nos treinamentos, principalmente na corrida. E na natação, ela está se sentindo bem, querendo melhorar a marca e isso é muito bom. Está com vontade”.

Yane e mais estrelas

Além de Ieda, o Pentatlo Moderno brasileiro também tem outra representante de peso em Buenos Aires 2018: a primeira pentatleta sul-americana medalhista olímpica, Yane Marques. A medalhista de bronze em Londres 2012 foi convidada pela União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM) para ser uma das atletas-modelo da competição.

Ela está na Argentina passando sua vasta experiência para os mais jovens. Ao lado dela estão a campeã olímpica de Rio 2016, a australiana Chloe Esposito, e o campeão Mundial Júnior de 2016, o guatemalteca Charles Fernadez.

Ieda foi revelada no PentaJovem, projeto que a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno mantém para a descoberta e formação de novos nomes na modalidade. Apesar da pouca idade, atualmente ela ocupa a quarta colocação do ranking nacional da modalidade. Além do apoio do COB, a pentatleta recebe o benefício da Bolsa Atleta do Ministério do Esporte.

PROGRAMAÇÃO DO PENTATLO EM BUENOS AIRES 2018

Sexta (12 de outubro): Esgrima tradicional feminina e masculina (Pavilhão África)
Sábado (13 de outubro): Final feminina (Centro Aquático e Pentatlo & Cross Country)
Domingo (14 de outubro): Final masculina (Centro Aquático e Pentatlo & Cross Country)
Segunda (15 de outubro): Esgrima tradicional do revezamento misto (Pavilhão África)
Terça (16 de outubro): Final do revezamento misto (Centro Aquático e Pentatlo & Cross Country)

 

« Voltar