Notícias

30/09/2018 14:15Brasileiros participam do Mundial Militar


Nossa delegação de seis pentatletas competiu em quatro eventos no torneio, que acabou neste sábado, 29, na Hungria; destaque para Felipe Nascimento, que foi o 14º no individual

Após quatro dias de disputas, chegou ao fim, neste sábado, 29, o Campeonato Mundial Militar de Pentatlo Moderno, que foi realizado desde quarta-feira, 26, na Hungria. Em Budapeste, 86 pentatletas de 25 países participaram de provas individuais e do revezamento misto da modalidade olímpica que reúne natação, esgrima, hipismo e laser-run (corrida e tiro a laser). Todas as disputas aconteceram na Base Esportiva de Budapeste (BHSE).

O Brasil esteve presente em quatro eventos da competição: qualificação e semifinal masculina, final feminina e revezamento. Nossa delegação foi formada por Bianca Cavalcanti, Isabela Abreu e Stephany Saraiva – todas com 23 anos -, no feminino; e Felipe Nascimento, 25, Victor Aguiar, 21, e William Muinhos, 25, no masculino

A última prova do torneio, neste sábado, foi o revezamento misto, onde estivemos representados por Isabela Abreu e Felipe Nascimento, que competiram com outras 12 duplas. Eles ficaram em 12º depois de somar 1.348 pontos.

Na natação do evento, os brasileiros conquistaram 313 pontos com o tempo de 1min58s87. Na esgrima acumularam 184, no hipismo 275 e no laser-run, asseguraram 576 pontos.

Os campeões da prova foram os chineses Wei Wang e Linbin Zhang, que somaram 1.448 pontos. A prata ficou com os italianos Elena Micheli e Valerio Grasselli, que chegaram aos 1.445 pontos. Já o bronze foi para os russos Gulnaz Gubaydullina e Ilya Shugarov (1.443 pontos).

Evento masculino

A prova individual masculina do Mundial da Hungria começou na quarta, com a qualificação masculina. Foram 48 pentatletas, divididos em dois grupos, para definir os 36 finalistas. Na classificação geral, dentre os brasileiros, Felipe Nascimento foi o 25º com 1.121 pontos, e William Muinhos veio logo depois em 26º, com 1.120. Victor Aguiar foi o 45º (1.035 pontos), não conseguindo avançar. Assim como nas demais provas classificatórias do Pentatlo Moderno, não houve a prova de hipismo no dia.

Na final, realizada na sexta, 28, Felipe melhorou e muito a sua colocação, terminando em 14º, após conquistar 1.425 pontos. William foi o 31º com 1.339 pontos.

Na natação do evento, Felipe nadou os 200 metros estilo livre em 2min02s43, garantindo 306 pontos. William cravou os 2min08s32, convertidos em 294 pontos.

Na esgrima, o pentatleta que competiu nos Jogos Olímpicos Rio 2016 teve 18 derrotas e 17 vitórias, somando 202 pontos. William perdeu 20 duelos com a espada e ganhou 15, o que resultou em 191 pontos.

No hipismo, Felipe fez a segunda melhor apresentação dentre todos os 36 competidores, zerando o percurso e alcançando a pontuação máxima da prova (300 pontos). Nos saltos com o cavalo, William levou 277 pontos.

Na última prova, o laser-run, Felipe conquistou 617 pontos com o tempo de 11min23s26. Já o pentatleta carioca terminou as quatro séries de 800 metros de corrida intercaladas com cinco acertos de tiro no alvo em 12min03s21 (577 pontos).

O grande campeão da disputa foi o alemão Patrick Dogue, que conquistou o ouro cruzando a linha de chegada três segundos antes do segundo colocado e somando 1.468 pontos. A prata foi para o chinês Linbin Zhang, que teve 1.465 pontos, e o bronze para o atleta da casa Adam Marosi, campeão no ano passado (1.454 pontos).

Evento feminino

A disputa individual feminina do Mundial da Hungria não teve qualificação. As 38 pentatletas do torneio competiram direto na final, na quinta, 27. Dentre as brasileiras, Isabela Abreu foi a 23ª com 1.266 pontos, Bianca Cavalcanti a 34ª com 1.142 pontos e Stephany Saraiva a 36ª com 975.

Na natação, Bianca cravou os 2min18s92, garantindo 273 pontos; Isabela nadou em 2min20s71 (269 pontos) e Stephany em 2min26s55 (257 pontos).

Na esgrima, Stephany conquistou 241 pontos, com 24 vitórias e 13 derrotas no total; Isabela levou 181 (23 derrotas e 24 vitórias) e Bianca 173 (24 derrotas e 13 vitórias).

No hipismo, Isabela fez a melhor apresentação dentre todas as competidoras, zerando o percurso e alcançando a pontuação máxima da prova (300); Bianca somou 286 pontos e Stephany teve uma queda do cavalo e não pontuou na equitação.

No laser-run, Isabela terminou a prova em 13min04s21, convertidos em 516 pontos; Stephnay em 13min43s72 (477 pontos); e Bianca em 14min50s62 (410).

A grande campeã da disputa entre as mulheres do Mundia foi a russa Ekaterina Khuraskina, campeã em 2016 e vice-campeã no ano passado, que somou 1.375 pontos. A prata ficou com a atleta da casa Sarolta Kovavs, campeã Mundial Sênior de 2016 (1.367 pontos), e o bronze com a polonesa Anna Maliszewska (1.363 pontos).

Domínio europeu

Oito países conquistaram pelo menos uma das 15 medalhas distribuídas no Mundial Militar da Hungria. Fora a Rússia e a China, todos os outros seis são europeus (Alemanha, França, Itália, Hungria, Lituânia e Polônia).

A Rússia, apesar do grande domínio europeu no torneio, ocupou o primeiro lugar no quadro-geral de medalhas, com dois ouros (individual e equipe feminino) e um bronze (revezamento). A Alemanha e a China vêm logo depois com um ouro e uma prata, cada.

Dos seis pentatletas brasileiros que competiram na Hungria, Bianca Cavalcanti, Felipe Nascimento, Stephany Saraiva, Victor Aguiar e William Muinhos foram revelados no PentaJovem, projeto que a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) mantém para a descoberta e formação de novos nomes na modalidade. Os seis recebem o benefício da Bolsa Atleta do Ministério do Esporte. Bianca, Victor e Stephany são Terceiro Sargento da Comissão de Desportos da Marinha (CDM), Isabela da Comissão de Desportos do Exército (CDE) e Felipe e William da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA).

 

« Voltar