Notícias

20/09/2018 08:36Brasil terá 6 representantes no Mundial Militar


Competição começa nesta terça-feira, 25, na Hungria, e vai até sábado, 29

O Brasil vai com um time de peso para o Campeonato Mundial Militar de Pentatlo Moderno, que começa nesta terça-feira, 25, na Hungria. Até o próximo sábado, 29, seis brasileiros estarão entre os cerca de 90 competidores dos quase 20 países presentes na capital Budapeste. Nossa delegação é formada por Bianca Cavalcanti, Isabela Abreu e Stephany Saraiva – todas com 23 anos -, no feminino; e Felipe Nascimento, 25, Victor Aguiar, 21, e William Muinhos, 25, no masculino.

Isabela Abreu volta para o seu segundo Mundial Militar consecutivo. Na edição de 2017 do torneio, na Polônia, a paranaense atual terceira colocada no ranking nacional do Pentatlo Moderno foi a única brasileira presente, ficando em 21º.

“Esse é o meu segundo ano no Exército, então espero pelos oito anos que eu estiver na força competir no Mundial Militar”, projeta a Terceiro Sargento da Comissão de Desportos do Exército (CDE). “Participar do Mundial Militar é uma oportunidade muito boa para todo atleta. É uma competição de alto nível. Tem muito atleta olímpico e campeão mundial”.

Isabela está na Hungria desde julho, quando participou do Mundial Universitário, realizado no país europeu. Ela optou por permanecer por lá para continuar seus treinamentos com a equipe húngara de Pentatlo Moderno. A brasileira entra em ação na estreia do torneio, nesta terça, com a qualificação feminina.

“Treinei com os atletas que vão participar do Mundial Militar e foi uma experiência incrível. Eles têm um treinamento excelente. Por isso têm resultados muito bons em todas as competições de Pentatlo”, destaca.

Direto do Mundial Sênior

Também vindo de um ritmo de competição, Stephany Saraiva chega à Hungria depois de participar do Mundial Sênior há exatamente duas semanas, no México. A carioca vice-líder do ranking nacional conta que participará da competição militar depois de ter sido convocada e diz que “será um prazer” representar o Brasil.

“Nessas semanas, mantive o rotina de treino, sem nenhuma adaptação específica. Espero competir bem e de igual com as demais atletas”, afirma a Terceiro Sargento da Comissão de Desportos da Marinha (CDM).

Stephany foi revelada no PentaJovem, projeto que a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) mantém para a descoberta e formação de novos nomes na modalidade olímpica.

Assim como Bianca Cavalcanti, que também entrará em ação nesta terça. A carioca também acredita que a competição será “forte".

“As melhores do mundo estarão lá. Espero conseguir representar bem o Brasil e a Marinha e, com isso, marcar o máximo de pontos no ranking mundial”, torce a também Terceiro Sargento da CDM. “Tenho trabalhado mais algumas modalidades e mantido o treino em outras. Estou focada para bons resultados. Espero melhorar minhas marcas e, sem dúvidas, conquistar o ouro para o Brasil, principalmente por equipes”.

Pentatleta olímpico

Todas as provas do Mundial da Hungria vão acontecer na Base Esportiva de Budapeste (BHSE). Depois da qualificação feminina na terça, acontece a masculina na quarta, 26. Dentre nossos representantes, Felipe Nascimento se diz feliz pela competição ser realizada no país europeu, que tem grande tradição no Pentatlo Moderno.

“Os torneios na Hungria são sempre muito bem organizados. Gostei do local nas vezes em que estive lá e espero encontrar o mesmo padrão de organização”, anima-se o Terceiro Sargento da Força Aérea Brasileira (FAB). “Os treinos foram fortes para eu estar no auge da forma física para a competição. Além disso, mantive meu acompanhamento psicológico e dieta nutricional”.

O pernambucano é o atual terceiro colocado do ranking nacional e foi mais um revelado no PentaJovem. Felipe representou o Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e esteve no Mundial Militar do mesmo ano, na Alemanha.

“Vou com o objetivo de passar para a final e obter a melhor colocação possível para poder representar bem a FAB e a nossa delegação”, garante.

Focado

Victor Aguiar também compartilha da mesma opinião do colega de delegação sobre o torneio ser na Hungria. O carioca, quarto colocado no ranking nacional, é mais um revelado no PentaJovem que estará no Mundial Militar.

“É sempre bom competir no exterior, competir em situações climáticas diferentes, sem contar que Budapeste é linda”, alegra-se o Terceiro Sargento da Comissão de Desportos da Marinha (CDM). “Acredito que os treinos para o torneio foram o melhores do ano. Muito suor pingado e muito trabalho extra que me fez evoluir. Eu não abaixo a cabeça para ninguém e minha expectativa sempre vai ser subir no pódio”.

Todos os brasileiros que vão competir no Mundial da Hungria recebem o benefício da Bolsa Atleta do Ministério do Esporte.

MUNDIAL MILITAR DA HUNGRIA

25 de setembro (terça): Qualificação feminina
26 de setembro (quarta): Qualificação masculina
27 de setembro (quinta): Final feminina
28 de setembro (sexta): Final masculina
29 de setembro (sábado): Revezamento misto

 

« Voltar