Notícias

24/08/2018 12:41Estrangeiros vão participar do Open de Santos


Competição chega à sua terceira edição recebendo, pela primeira vez, pentatletas da Bolívia, Chile e Uruguai

Em sua terceira edição, o Campeonato Open de Pentatlo Moderno de Santos se torna uma competição internacional. O torneio que inicia as primeiras disputas na tarde desta sexta-feira, 31, vai contar, além de brasileiros, com representantes da Bolívia, Chile e Uruguai. Serão quase 70 competidores, dentre eles, nove estrangeiros.

“No ano passado, já havia uma expectativa de o Chile participar, mas infelizmente o país não conseguiu”, relembra Odenir Fonseca, que em Santos é coordenador-técnico do PentaJovem, projeto que a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) mantém para a descoberta e formação de novos nomes na modalidade.

Idealizador do Open de Santos, Odenir diz que sempre imaginou uma união de atletas sul-americanos no torneio, que teve sua primeira edição em 2016. O dirigente conta que os primeiros contatos com as delegações estrangeiras aconteceram nos Jogos Sul-Americanos Cochabamba 2018, em junho passado, na Bolívia.

“A vinda da Bolívia, do Chile e do Uruguai é mais uma integração sul-americana, tão necessária. Tê-los no nosso evento representa uma boa divulgação do torneio na América do Sul, o que nos deixa muito feliz. Infelizmente não conseguimos trazer a Argentina, mas acredito que no ano que vem, os hermanos também vão se juntar a gente”, anima-se.

Odenir vê o Open de Santos chegar à sua terceira edição com um aumento do nível técnico dos competidores. O número de participantes é muito animador para o dirigente, que revela que a previsão era de que o evento fosse realizado apenas no sábado, mas como há mais inscritos nas provas que têm o hipismo (categorias Júnior e Sênior), ele teve que dividir a prova de saltos com o cavalo em dois dias.

“Os atletas vão ficando mais velhos e, com isso, subindo de categoria e com mais tempo de treinamento. Essa é a edição que mais teremos atletas participando das cinco provas”, avisa.

Todas as categorias

O Open de Santos, como em outras edições, reúne eventos em todas as categorias do Pentatlo Moderno – oito, ao todo: Jovem F a A, Júnior e Sênior. As provas começam nesta sexta com o hipismo masculino e seguem no sábado com o hipismo feminino e a natação, a esgrima e o laser-run (tiro a laser e corrida) para os demais.

As disputas no salto com o cavalo vão acontecer no Centro Equestre Magyar Brasil, que fica em São Vicente, ainda na Baixada Santista. Já as demais modalidades serão disputadas no Complexo Esportivo da Zona Noroeste (CEZNO), o Dale Coutinho, casa do PentaJovem-Santos.

Dos atletas estrangeiros, a Bolívia é a que tem mais representantes. Serão cinco ao todo; três deles estiveram em Cochabamba 2018.

“Resolvemos participar da competição para termos mais experiência internacional, principalmente por que em nosso país não temos muitas provas nacionais”, destaca Said Rolland, 22, que foi o 13º nos Jogos Sul-Americanos. “Viemos de olho no Pan-Americano de dezembro (no Peru, que será evento-teste dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019). Por isso, vamos tentar representar a Bolívia da melhor forma possível”.

Dentre os dois nomes do Chile, está Benjamin Ortiz, 22, que foi prata em Cochabamba. Ele e seu colega de equipe, o jovem Vicente Valderrama, 16, vêm acompanhados do técnico Gerardo Jorge Cortes, responsável pela surpreendente classificação do atual destaque sul-americano Esteban Bustos, 25, que participou dos Jogos Olímpicos Londres 2012. Na época, o chileno tinha apenas 19 anos e se saiu muito bem, ficando em 18º dos 36 competidores.

“Quando fui voluntário da Copa do Mundo do Rio, em 2016 (evento-teste da modalidade para Rio 2016), tive um contato e uma química muito grande com os técnicos brasileiros. De lá para cá, a gente sempre quis participar do Open de Santos, mas não conseguíamos. Sei que agora a competição vai ser muito boa e se tornará um marco na América do Sul”, acredita Gerardo.

Assim como o Chile, o Uruguai também terá dois participantes no torneio: Joaquín Ledesma, 18, e Bryan Blanco, 20. Eles representaram o país nos Jogos Sul-Americanos, com o primeiro ficando em 10º e o segundo em 18º. O técnico da delegação e presidente da Confederação Uruguaia de Pentatlo Moderno, Edgardo Rodriguez, acompanha os dois no Brasil.

“Temos um vínculo muito afetivo com a família brasileira do Pentatlo. Eles sempre nos convidam para os torneios que realizam, mas nem sempre podemos vir. Espero que nossos dois competidores evoluam. Não estamos aqui para ‘lutar’. Queremos mesmo é melhorar nossas marcas”, reforça Edgardo.

OPEN DE SANTOS DE 2018

SEXTA (31 DE AGOSTO)

16h: Hipismo masculino (Júnior e Sênior) – Magyar Brasil

SÁBADO (1º DE SETEMBRO)

8h: Hipismo feminino (Júnior e Sênior) - Magyar Brasil
8h30: Esgrima feminina (Jovem A, Sênior e Júnior) – Dale Coutinho
10h: Natação (todas as categorias) – Dale Coutinho
13h: Laser-run (todas as categorias) - Dale Coutinho
17h: Premiação (todas as categorias) - Dale Coutinho

 

« Voltar