Notícias

24/01/2017 15:03Brasileiros são eleitos para comissões da UIPM


Brasileiros farão parte dos comitês técnico, médico e de business affairs e como auditor honorário, com mandatos até o fim do atual ciclo olímpico

A União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM) acaba de homologar os recém-eleitos para diversos órgãos da entidade. Dentre os novos membros da organização, estão todos os brasileiros que concorreram nas eleições realizadas no último Congresso da UIPM.

Eles são quatro: o presidente da Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM), Helio Meirelles, que foi reeleito para o eu terceiro mandato como Auditor Honorário; o vice-presidente da CBPM, Celso Sasaqui, eleito pela primeira vez para o Comitê de Business Affairs; Marcelo Gonçalez, reeleito para o segundo mandato no Comitê Técnico; e o especialista em medicina esportiva Marco Michelucci, reeleito para o segundo mandato no Comitê Médico.

“A assembleia da UIPM reconheceu a qualidade do trabalho apresentado no último ciclo olímpico pelos membros brasileiros em diversos comitês da entidade. Com isso, todas as postulações apresentadas pela confederação foram acolhidas. A participação nos comitês e em outras atividades de uma federação internacional contribui em muito para alargar os horizontes quando falamos de gestão esportiva”, destaca o presidente da CBPM, Helio Meirelles.

Como Auditor Honorário, a UIPM também terá o austríaco Alexander Peirits. No Comitê de Business Affairs, além do brasileiro há outros três nomes. Já o comitê técnico é formado por 12 membros e o médico por seis.

Bem-vindo Haiti

A eleição de todos os membros da UIPM para o triênio 2017-2000 reuniu 80 federações e também consagrou o alemão Klaus Schormann para mais um mandato a frente da entidade.

“A reeleição do presidente Klaus teve como suporte principal a sua liderança marcante à frente da UIPM, principalmente, ao longo dos últimos dois ciclos olímpicos, quando o Pentatlo Moderno agregou novas tecnologias, tornado o esporte mais competitivo, disputado com mais emoção. A principal meta do presidente Klaus neste novo mandato será incorporar na programação dos Jogos de Tóquio a prova de revezamento misto”, Helio destaca.

Outra novidade é a entrada do Haiti como nova federação do Pentatlo Moderno mundial. Agora são mais de 110 confederações reconhecidas espalhadas pelo mundo: 11 sul-americanas, 11 das Américas Central e do Norte, 38 européias, 32 asiáticas, 19 africanas e duas da Oceania.

 

« Voltar