Imprensa

Notícias

Presidente de honra da UIPM está com coronavírus20/03/2020 20:29


Príncipe Albert II de Mônaco é o primeiro membro do Comitê Olímpico Internacional a testar positivo para a doença

O presidente de honra da União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM), o príncipe Albert II de Mônaco, está com o novo coronavírus (Covid-19). O diagnóstico de infecção pela doença no monarca foi divulgado nesta quinta-feira. Ele é o primeiro membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) a testar positivo para a doença.

Filho do príncipe Rainier III (1923-2005) e da atriz norte-americana Grace Kelly (1929-1982), Albert II se tornou o presidente de honra da UIPM em 1997 e foi incluído no hall da fama da entidade em 2018. A sede de federação internacional da modalidade olímpica que reúne natação, esgrima, hipismo e laser-run fica no principado do Sul da França.

“Toda a nossa comunidade global está chocada com essas notícias e, em nome da família UIPM, gostaria de enviar nossos melhores votos ao nosso presidente honorário, que está à frente de nosso movimento desde 1997”, desejou o presidente da UIPM, o alemão Klaus Schormann.

O presidente de honra da UIPM tem uma grande ligação com o esporte olímpico. Ele é neto do tricampeão olímpico de remo John Kelly (Antuérpia 1920 e Paris 1924) e sobrinho de John Kelly Jr, que foi bronze no mesmo esporte em Melbourne 1956.

Além do Pentatlo Moderno, o Albert II já praticou diversos outros esportes, tais como, atletismo, futebol, tênis, judô, remo, vela, esqui, squash, natação e bobsled, cuja federação internacional fundou em 1987. Ele competiu por Mônaco no evento de trenó nos Jogos Olímpicos de Inverno de 1988, 1992, 1994, 1998 e 2002.

EMBAIXADOR

Em 2001, o monarca venceu uma disputa de Pentatlo Moderno para celebridades em Mônaco, ao lado do ex-pentatleta francês bronze em Los Angeles 1984, Joël Bouzou.

O chefe de Estado de Mônaco também é presidente de honra da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) e já foi presidente do Comitê Olímpico de Mônaco. Ele ainda é presidente da Comissão de Sustentabilidade e Legado do COI desde 2015.

“O príncipe Albert é um maravilhoso embaixador e amigo, não apenas para o nosso esporte, mas também para o movimento olímpico mais amplo, através de seu trabalho como membro do COI e de muitos outros papéis de liderança. Todos esperamos que Sua Alteza desfrute de uma recuperação suave e rápida e volte à nossa comunidade em breve”, acrescentou o presidente da UIPM.

MÔNACO

No comunicado sobre a infecção de Albert II pela Covid-19, divulgado na quinta, o Principado de Mônaco informou que o quadro de saúde do chefe de Estado é estável e que ele é acompanhado de perto pelo seu médico e especialistas do Centro Hospitalar Princesa Grace. Ele segue trabalhando e seu escritório particular.

Mônaco é uma pequena cidade-Estado no Sul da França. É conhecida pelos cassinos luxuosos, pelo porto repleto de iates e pelo prestigiado Grande Prêmio de Fórmula 1, que acontece nas suas ruas uma vez por ano.

O tradicional GP deste ano, que estava programado para acontecer no dia 24 de maio, inclusive, foi cancelado pela primeira vez desde 1954 por causa da epidemia de coronavírus, que já deixou pelo menos 450 mortos e mais de 5 mil infectados em toda a França.

 

« Voltar

Twitter Facebook

Fale conosco

Apar Comunicação
aparcomunica@gmail.com
(21) 9698-9708 (Ana Paula Domingues)
(21) 9245-8696 (Raimundo Aquino)