Imprensa

Notícias

Pentatlo conquista vagas nos Jogos da Juventude16/01/2020 11:17


Modalidade tinha até então direito a 48 nomes na competição; a partir de Dacar 2022, número de pentatletas no torneio passará para 64, um aumento de 25%

O Pentatlo Moderno conquistou o direito de ter mais 16 pentatletas em cada edição dos Jogos Olímpicos da Juventude. Até então, a modalidade tinha 48 nomes no torneio (24 em cada gênero). A partir da próxima edição da competição, Dacar 2022, no Senegal, serão 64 ao todo. O aumento foi de 25%.

“Com esse crescimento, certamente as federações nacionais estarão mais estimuladas a desenvolver seus atletas mais jovens”, destaca o presidente da União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM), o alemão Klaus Schormann. “O aumento se deu porque o novo formato de disputa do Pentatlo Moderno nos Jogos da Juventude que a UIPM apresentou ao COI foi bem recebido”.

A última edição dos Jogos Olímpicos de Juventude foi Buenos Aires 2018, na Argentina. Na ocasião, o Brasil foi representado por Ieda Guimarães, de 19 anos, que vai estar presente em Tóquio 2020.

Na história do torneio, estivemos presentes também na primeira edição da competição, Cingapura 2010, com William Muinhos, 26, atual número 3 do ranking nacional, e Mariana Laporte, 27, atual presidente da Comissão de Atletas do Pentatlo Moderno no país.

“Mais uma vez, espero que esta ótima notícia traga mais energia e motivação para o desenvolvimento de nossos esportes, incluindo todos os esportes multidisciplinares da pirâmide esportiva UIPM”, Klaus destaca.

NOVO FORMATO

Além do aumento do número de atletas, a partir de Dacar 2022, a disputa do Pentatlo Moderno nos Jogos Olímpico da Juventude terá um novo formato. Até então, as provas da modalidade no torneio aconteciam como nas demais competições: com a realização, separadamente, da natação, da esgrima e do laser-run (tiro a laser e corrida). O hipismo não é disputado já que os Jogos da Juventude são para atletas Sub-19.

No entanto, a UIPM pediu ao Comitê Olímpico Internacional (COI) a alteração desse formato. Após testes realizados em Buenos Aires 2018 e em alguns torneios desde então, o novo modelo foi aprovado. Agora, a disputa terá a esgrima e uma prova combinada reunindo a natação, a corrida e o tiro a laser.

Para a implementação do novo formato, a UIPM criou um grupo de trabalho especial para finalizar as novas regras do evento. O grupo vai se reunir nesta sexta-feira e sábado, 24 e 25, em Frankfurt na Alemanha para elaborar uma proposta, que deverá ser aprovada no próximo congresso da entidade, em novembro, na China.

 

« Voltar

Twitter Facebook

Fale conosco

Apar Comunicação
aparcomunica@gmail.com
(21) 9698-9708 (Ana Paula Domingues)
(21) 9245-8696 (Raimundo Aquino)