Imprensa

Notícias

Ieda Guimarães faz testes no Laboratório Olímpico31/10/2019 20:32


Carioca foi uma das quatro atletas convidadas pelo COB para uma série de avaliações no espaço

A pouco mais de 250 dias para o início dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, a pentatleta Ieda Guimarães esteve no Laboratório Olímpico do COB, no Rio de Janeiro, para uma série de avaliações de olho no torneio do Japão. A carioca de 19 anos é a primeira representante do Pentatlo Moderno confirmada nas Olimpíadas do ano que vem.

Além de Ieda, também estiveram no espaço do Comitê Olímpico do Brasil, na quinta-feira, a surfista Tatiana Weston-Webb e a dupla de vôlei de praia Ágatha e Duda. Elas passaram por uma sequência de exames, que avaliaram a força muscular, a qualidade do movimento e a condição cardiopulmonar delas, dentre outras coisas.

“É motivante e inspirador estar aqui com grandes nomes do esporte. Ficamos animadas e podemos ver como as outras atletas estão se preparando para os Jogos”, contou Ieda.

A ida da pentatleta ao laboratório foi possível ser feita com tanta antecedência dos Jogos porque ela se garantiu em Tóquio bem antes do torneio. A carioca se classificou para a competição ao ser a melhor sul-americana nos Jogos Pan-Americanos Lima 2018, no final de julho. Será sua primeira Olimpíada.

LONGA TRAJETÓRIA

Ieda começou a praticar o Pentatlo Moderno com nove anos de idade no PentaJovem, projeto que a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) mantém para a descoberta e formação de novos nomes na modalidade. Na época, ela só praticava a natação. Ao longo desses 10 anos, a carioca foi acrescentando os outros quatro esportes (esgrima, hipismo, tiro a laser e corrida) nos seus treinamentos.

Apesar de bem jovem, a carioca já tem várias conquistas no Pentatlo Moderno. Dentre suas várias realizações estão a participação nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018 e nos Jogos Sul-Americanos Cochabamba 2018, onde foi a campeã do revezamento misto ao lado do colega de treinamento Victor Aguiar, 22. Em Lima 2019, ficou a uma posição do pódio, ao ser a quarta colocada geral.

A carioca acabou de saber que vai receber, pelo segundo ano consecutivo, o troféu de Melhor Pentatleta do Ano do Prêmio Brasil Olímpico de 2019.

Ieda recebe o benefício da Bolsa Atleta, do Ministério da Cidadania e é militar com a patente de Terceiro Sargento da Comissão de Desportos da Marinha (CDM).

 

« Voltar

Twitter Facebook

Fale conosco

Apar Comunicação
aparcomunica@gmail.com
(21) 9698-9708 (Ana Paula Domingues)
(21) 9245-8696 (Raimundo Aquino)