Imprensa

Notícias

Tetratlo do Parque Olímpico terá pentatletas16/05/2018 19:49


Será a primeira vez que o Pentatlo Moderno terá um evento no coração dos Jogos Rio 2016; provas vão acontecer no Parque Aquático Maria Lenk e na Arena Carioca 3

Falta muito pouco para o Pentatlo Moderno realizar sua primeira competição no Parque Olímpico da Barra, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. No próximo sábado, 19, a modalidade olímpica vai realizar a Copa Parque Olímpico de Tetratlo Moderno no coração dos Jogos Rio 2016. Na disputa que acontecerá no Parque Aquático Maria Lenk e na Arena Carioca 3 vão estar presentes os principais pentatletas do país. Dentre eles, os líderes do ranking nacional: a pernambucana Priscila Oliveira, 29, e o carioca William Muinhos, 24.

William, aliás, veio especialmente de Paris para o torneio! É que em fevereiro, o pentatleta se mudou para a França, onde passou a treinar. Nesses três meses na Europa, além da nova rotina de treinamento, ele tem tido uma agenda intensa de competições. O brasileiro participou das três etapas da Copa do Mundo realizadas até agora: a primeira, no Egito, em fevereiro; a segunda, nos Estados Unidos, em março; e a terceira, na Hungria, no início do mês.

“Esses três meses foram incríveis. A ideia é melhorar meus resultados a médio e longo prazo, então, está tudo dentro do planejado”, William resume os primeiros 90 dias na França. “Já consigo notar a diferença na esgrima. Tenho competido mais consciente do que estou fazendo na pista”, completa o atleta, que se tornou o primeiro revelado no PentaJovem a participar de uma final de Copa do Mundo, na disputa realizada em fevereiro no Egito.

O PentaJovem é um projeto que a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) mantém para a descoberta e formação de nomes na modalidade.

William conta que teve uma semana de treinos leves após a Copa da Hungria. De volta ao Brasil para o Tetratlo Moderno, diz que nos últimos dias voltou ao ritmo de prova.

“Vou competir feliz. Estou muito contente de estar de volta. Estava com bastante saudade dos técnicos daqui, da minha família e dos amigos. Para o sábado, não estou pensando em nenhum resultado em específico. Quero competir alegre e curtir a competição”, planeja.

O Parque Olímpico

Quem também passou uma temporada em Paris foi Priscila Oliveira. Mas a pernambucana esteve lá por apenas algumas semanas para um camp training com o renomado técnico de esgrima Daniel Levavasseur, o mesmo treinador de esgrima de William na França.

Assim como o colega brasileiro, Priscila também participou da Copa da Hungria e da etapa norte-americana do torneio. Já de volta ao Brasil, a atual campeã Brasileira se diz feliz por poder competir no Parque Olímpico.

“Acho que vai ser massa competir lá. Estar naquele ambiente que só trouxe boas recordações de um evento como as Olimpíadas é muito bom. Acho que vai ser muito bom também porque a maioria das competições do Pentatlo no Rio é no mesmo lugar. Desta vez, vai ser em um ambiente que vai ser novidade para todo mundo”, Priscila comemora.

Outro pernambucano também acredita em um bom Tetratlo Moderno no sábado. Felipe Nascimento, 24, que representou o Pentatlo Moderno brasileiro em Rio 2016, nunca esteve no Parque Olímpico da Barra. As provas que ele encarou nas Olimpíadas aconteceram no Parque Olímpico de Deodoro, onde a Confederação Brasileira mantém seu centro de treinamento na capital fluminense.

“Ir à primeira vez ao Parque Olímpico da Barra já participando de uma competição será bem bacana. Além disso, será importante para a divulgação do nosso esporte”, Felipe defende. “É sempre bom estar participando de competições. Será bom também para avaliar como está meu desempenho. O torneio também vale como obtenção de índices, então, é importante participar”, reforça.

Antes de Cochabamba 2018

Outro nome de peso que estará na Copa Parque Olímpico de Tetratlo Moderno é o de Danilo Fagundes. O carioca de 30 anos é pentacampeão Brasileiro (2011, 2013, 2015, 2016 e 2017) e foi prata no último Campeonato Sul-Americano. A prova do próximo sábado será a primeira disputa do pentatleta na atual temporada.

“Espero ter um bom desempenho de acordo com o planejamento do treinamento do momento. Quero competir bem”, espera.

Já Victor Aguiar mira o Tetratlo do Parque Olímpico como uma preparação para os Jogos Sul-Americanos Cochabamba 2018. Daqui a pouco mais de 15 dias, o carioca de 20 e Ieda Guimarães, 17, estarão no torneio da Bolívia representando o país.

“Vai ser bem legal estar em locais de competição onde tantos atletas olímpicos competiram”, Victor alegra-se. “Espero ter um bom desempenho, pois estou treinando bem. E aproveitar para me avaliar melhor, já que vai ser minha primeira competição do ano e tão próximo do torneio alvo, que são os Jogos Sul-Americanos”, completa.

Ieda, que estará com Victor na Bolívia, também se anima em competir no Parque Olímpico. A atual temporada da pentatleta, aliás, está sendo bem intensa. Em fevereiro, ela fez sua estreia no circuito da Copa do Mundo, no Egito. No mês passado, voltou a cruzar o oceano, mas desta vez para o Campeonato Mundial Jovem, em Portugal, e início do mês, esteve novamente no país europeu para o Troféu Internacional Jovem.

“Achei que fiz uma boa competição, apesar de alguns erros”, ela comenta o 10º lugar no Troféu Jovem em Portugal. “Agora para o Tetratlo, os treinos foram bem difíceis e cansativos. Mas espero ter um bom resultado igualmente aos meus amigos de treino. Gostaria de abaixar meus tempos e melhorar minhas marcas”, ela projeta.

Em outubro, Ieda vai encarar seu principal desafio na temporada, quando representará o país nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018.

Pentatletas de cinco regiões

A Copa Parque Olímpico de Tetratlo Modernos terá disputas em todas as categorias da modalidade: Jovem, Júnior e Sênior. Os atletas que vão competir são de regiões onde o Pentatlo Moderno é difundido no país: Curitiba (PR), Recife (PE), Rio de Janeiro - capital e Resende -, e São Paulo. Como a quarta colocada no ranking nacional, Isabela Abreu.

A curitibana que completa 23 anos na próxima terça-feira, três dias depois da disputa no Rio, tem tido um rápido desenvolvimento no Pentatlo Moderno. Em setembro passado, Isabela representou o Brasil no Campeonato Mundial Militar, na Polônia, e em dezembro esteve no Sul-Americano, na Bolívia, onde ficou em sexto na disputa individual e foi prata por equipes, ao lado de Priscila Oliveira e Bianca Cavalcanti.

“É importante participar das provas nacionais. Além disso, a minha programação de treinamentos não contemplou eventos internacionais neste primeiro semestre. Sendo assim, é uma ótima oportunidade para avaliar a evolução dos meus treinamentos”, Isabela conta porque resolveu ir ao Rio.

Ela também se diz feliz por poder competir no Parque Olímpico da Barra e acredita que só esse fato é um estímulo a mais para os pentatletas estarem do evento.

“Não sei como estão os demais atletas e em que fase de treinamento eles se encontram, mas espero ter um resultado que recompense todo o esforço que venho tendo. Vou me empenhar ao máximo por resultados significativos que possam me alçar ao pódio, mas sei que enfrentarei atletas de excelente nível e que farão da competição um grande evento competitivo”, Isabela tem os pés no chão.

Conterrânea de Isabela, Larissa Faccin será outra curitibana na Copa Parque Olímpico de Tetratlo Moderno. Aos 16 anos, mesmo com somente dois no Pentatlo Moderno, ela já aparece no top 10 do ranking nacional. Atualmente Larissa é a nona colocada da categoria principal.

“O ambiente em que a prova será realizada nos aproxima da estrutura de uma competição de maior porte, que poderemos participar no futuro. Isso nos deixará, de certa forma, mais seguros por estarmos mais ambientados. A prova também acaba por incentivar atletas que sonham em representar nosso país internacionalmente”, Larissa defende.

O Tetratlo Moderno é um dos formatos do Pentatlo reconhecidos pela União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM). Como o próprio nome já sugere, a categoria reúne quatro das cinco provas da modalidade: natação, esgrima e laser-run (tiro a laser e corrida), sem o hipismo.

Tanto Danilo, quanto Felipe, Ieda, Isabela, Priscila, Victor e William recebem o benefício da Bolsa Atleta do Ministério do Esporte. Felipe ainda faz parte do Programa de Desportos da Força Aérea Brasileira (FAB) como Terceiro Sargento da Comissão de Desportos da Aeronáutica, Isabela integra o programa de alto rendimento do Exército, como Terceiro Sargento da Comissão de Desportos do Exército (CDE) e Victor o programa de alto rendimento da Marinha, como Terceiro Sargento da Comissão de Desportos da Marinha (CDM), e

COPA PARQUE OLÍMPICO DE TETRATLO MODERNO

DATA: 19 de maio (sábado), a partir das 8h
LOCAL: Parque Aquático Maria Lenk e Arena Carioa 3, Avenida Embaixador Abelardo Bueno

 

« Voltar

Twitter Facebook

Fale conosco

Apar Comunicação
aparcomunica@gmail.com
(21) 9698-9708 (Ana Paula Domingues)
(21) 9245-8696 (Raimundo Aquino)