Imprensa

Notícias

Stephany Saraiva ganha prêmio da UIPM28/11/2017 21:33


Brasileira já havia sido reconhecida duas vezes por gesto de jogo limpo, dentre eles o diploma de Ato de Fair Play do Comitê Internacional para o Fair Play, recebido no último dia 17, na Bélgica

É título atrás de título! Depois de receber do Comitê Internacional para o Fair Play pessoalmente, na Bélgica, o diploma de Ato de Fair Play pelo jogo limpo apresentado na edição de 2016 do Campeonato Pan-Americano de Pentatlo Moderno, na Argentina, a brasileira Stephany Saraiva é reconhecida novamente pelo feito no país vizinho. Desta vez, a carioca de 22 anos foi homenageada com o prêmio anual de fair play da União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM).

A notícia veio no último fim de semana, durante o congresso anual da entidade que regula a modalidade olímpica, em Tbilisi, na Georgia. Stephany se juntou ao hall de premiados do ano, revelados no evento da UIPM, tais como os melhores atletas sênior (Gulnaz Gubaydullina, da Rússia, e Valentin Prades, da França) e júnior (Kim Sunwoo, da Coreia do Sul, e Marek Grycz, da República Tcheca).

“Fiquei muito surpresa com mais esse prêmio. Isso vai ser importante, em particular, para o Pentatlo Moderno, pois foi uma premiação vinda da entidade máxima da modalidade. Fico muito agradecida e espero que isso ajude de alguma forma o esporte e que com a repercussão que a notícia está tendo que as pessoas tenham a curiosidade de conhecer mais a modalidade e também apoiá-la um pouco mais”, torce Stephany, que foi revelada no PentaJovem, projeto que a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) mantém para a descoberta e formação de novos nomes na modalidade que reúne esgrima, natação, hipismo e laser-run (tiro a laser e corrida).

Direto da Geórgia

O ato de fair play que gera tanta repercussão na carreira da brasileira ocorreu quando, no Pan-Americano de 2016, em Buenos Aires, um juiz deu Stephany como vitoriosa durante um dos duelos da esgrima. Mas ela tinha certeza de que não tinha tocado com a espada em sua adversária e alertou ao juiz. Ele voltou atrás e a luta seguiu.

A brasileira acabou levando a melhor contra a guatemalteca Isabel Brand, vencendo a adversária por três a dois. E ali mesmo na Argentina, no final da competição, a UIPM resolveu dar à carioca um troféu pelo belo gesto apresentado. Um ano depois veio o prêmio do Comitê Internacional e agora essa nova homenagem da UIPM.

Presente no Congresso da entidade, na Geórgia, o presidente da Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM), Helio Meirelles, foi quem recebeu para Stephany o novo prêmio. O dirigente se diz muito honrado em receber a homenagem em nome da brasileira.

“Os organizadores da cerimônia de encerramento do congresso que premiou diversos atletas que se destacaram pelos títulos alcançados ao longo do ano deixaram justamente o prêmio da Stephany para ser o último, merecendo comentários que enalteceram ainda mais o comportamento da atleta”, conta Helio.

CAMPEÕES DE 2017 DA UIPM

Melhor Atleta Júnior Feminino: Kim Sunwoo (Coreia do Sul)

Melhor Atleta Júnior Masculino: Marek Grycz (República Tcheca)

Melhor Atleta Sênior Feminino: Gulnaz Gubaydullina (Rússia)

Melhor Atleta Sênior Masculino: Valentin Prades (França)

Melhor Técnico (Choi Eujong (Coreia do Sul)

Melhor Time: Rússia

Melhor Contribuição: Dr. Klaus Hartmann (Alemanha)

Prêmio de Fair Play: Stephany Saraiva (Brasil)

Melhor Competição: Final da Copa do Mundo (Vilnius, Lituânia)

Melhor Promoção de Competição: Campeonato Mundial Sênior (Cairo, Egito)

Melhor Organização: Federação Húngara de Pentatlo Moderno, pelo Mundial Júnior em Székesfehérv

 

« Voltar

Twitter Facebook

Fale conosco

Apar Comunicação
aparcomunica@gmail.com
(21) 9698-9708 (Ana Paula Domingues)
(21) 9245-8696 (Raimundo Aquino)